Carlos Fiolhais - Autor do Mês

Carlos FiolhaisCarlos Manuel Batista Fiolhais é um físico, professor universitário e ensaísta português, nascido em 1956 em Lisboa. Fiolhais é um dos cientistas e divulgadores de ciência mais conhecidos do país.

Licenciou-se em Física no ano de 1978, na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e em 1982 doutorou-se em Física Teórica na Universidade Goethe, em Frankfurt am Main, Alemanha. Desde o ano de 2000 que Carlos Fiolhais é professor catedrático no Departamento de Física da Universidade de Coimbra. Foi também professor no Brasil e Estados Unidos.

É autor de 140 artigos científicos em revistas internacionais e de mais de 450 artigos pedagógicos e de divulgação. Publicou 42 livros, sendo as suas obras de divulgação científica "Física Divertida" e "Nova Física Divertida" as mais conhecidas. Foi consultor do programa "Megaciência" da SIC.

Ocupou o cargo de diretor da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, onde tem concretizado vários projetos relativos ao livro e à cultura. Fundou e dirigiu o Centro de Física Computacional da Universidade de Coimbra, onde colaborou para a instalação do maior computador português para cálculo científico. Criou e dirige o Centro de Ciência Viva da Universidade de Coimbra “Romulo”. Em fevereiro de 2012 Carlos Fiolhais declarou-se publicamente contra o Novo Acordo Ortográfico.

Carlos Fiolhais ganhou vários prémios e distinções, entre eles, o Prémio União Latina / JNICT de tradução científica em 1994, em 2005 o Globo de Ouro de Mérito e Excelência em Ciência de 2004 que lhe foi atribuído pela SIC e em 2006 o Prémio Inovação do Fórum III Milénio e o Prémio Rómulo de Carvalho da Universidade de Évora.

Autor do Mês

teolinda gersao

Teolinda Gersão

Teolinda Gersão (Teolinda Maria Sanches de Castilho Gersão Gomes Moreno) nasceu em Coimbra, a 30 de Janeiro de 1940. Estudou Germanística, Romanística e Anglística nas Universidades de Coimbra, Tübingen e Berlim. Foi Leitora de Português na Universidade Técnica de Berlim, assistente na Faculdade de Letras de Lisboa e depois de provas académicas professora catedrática da Universidade Nova de Lisboa, onde ensinou Literatura Alemã e Literatura Comparada.

Além da permanência de três anos na Alemanha viveu dois anos em São Paulo, Brasil e conheceu Moçambique, onde decorre o romance de 1997 "A Árvore das Palavras".

Desde cedo se dedicou à escrita. O seu primeiro livro, "Liliana" (contos), foi escrito aos 14 anos. Passados seis anos publicou "Poemas". Desde então, escreveu sobretudo romances, publicou até agora duas novelas "Os Teclados"e "Os Anjos" e duas colectâneas de contos "Histórias de Ver e Andar"e "A Mulher que prendeu a Chuva".

Foi escritora-residente na Universidade de Berkeley em 2004.

Consulte mais informação AQUI.