Oficina de Escrita – Exercício 1: Colagem

oficina escrita2De 14 a 30 de junho, estará patente no hall da Biblioteca Municipal de Tondela a exposição "Oficina de Escrita – Exercício 1: Colagem". A mostra compõe-se de exercícios produzidos nas oficinas de escrita criativa dinamizadas nas Escolas Básicas do Caramulo,  Lajeosa do Dão, Secundária de Molelos, Secundária de Tondela e Escola Profissional de Tondela, por Luís Chaves, numa parceria com a Biblioteca Municipal Tomaz Ribeiro, no decurso da Festa do Livro de Tondela.

Parafraseando Luís Chaves, tal como "o Cubismo, movimento artístico do início do século XX, inscreveu na História da Arte a utilização da colagem". 

oficina escrita5

Também nestes exercícios "as palavras, de origens distintas, recortadas em jornais, revistas, publicidade e livros em desuso, foram sendo colocadas, por tentativa, lado a lado até que irrompessem as frases."

"Exercício de criatividade, de interpretação e de expressão escrita, propôs a livre associação de palavras (de ideias), sem perder a inteligibilidade ou o propósito de comunicar, encetando um “jogo” com o leitor, em que participa a subjetividade de cada uma das partes envolvidas; um encontro a meio do caminho: de um lado, alguém comunica, do outro, alguém depreende. "

O resultado final da proposta, tal como pode constatar-se na exposição, é muitas vezes surpreendente e desafiante a nível da interpretação.

Autor do Mês

Alice Vieira

ALICE VIEIRA

Alice Vieira (Alice de Jesus Vieira Vassalo Pereira da Fonseca) nasceu em Lisboa a 20 de março de 1943. Frequentou o Liceu D. Filipa de Lencastre. Licenciou-se em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Escritora e jornalista profissional desde 1969, colaborou desde os treze anos no jornal "Diário de Lisboa" (onde juntamente com o seu marido Mário Castrim dirigiu o suplemento "Juvenil" e "Catraio"), no "Diário Popular" e no "Diário de Notícias". Colaborou em várias revistas e programas de televisão para crianças.

É considerada uma das mais importantes escritoras portuguesas de literatura infanto-juvenil,   tendo publicado cerca de  quatro dezenas de livros infantis e vendido perto de um milhão de exemplares.  As suas obras estão traduzidas em várias línguas, como o alemão, o búlgaro, o espanhol, o galego, o catalão, o francês, o húngaro, o holandês, o russo, o italiano, o chinês, o servo-croata e o coreano. É também autora de contos, romances, crónicas e poesia para adultos.

Consulte mais informação AQUI.