Apresentação do projeto pedagógico “Deixa o Bullying SÓ!” aos alunos de Tondela

Cartaz Tondela 10h30As bibliotecas da Rede de Bibliotecas de Tondela, com o apoio do Município, promovem no próximo dia 19 de outubro a apresentação do livro “Deixa o Bullying Só” aos alunos do 1º ciclo do concelho.

Esta ação decorre no âmbito do Mês das Bibliotecas Escolares e tem por objetivo sensibilizar as crianças do primeiro ciclo para o Bullying: de que forma se manifesta e como devemos agir perante as várias situações. A iniciativa contará com a presença do músico João Só, autor de quatro hinos contra o bullying inspirados nas histórias de banda desenhada que integram o livro, onde se poderão também encontrar as letras e as partituras das canções.

Editado pela Betweien o livro inclui quatro histórias em banda desenhada que exploram situações de violência em contexto escolar sob diferentes perspetivas: a perspetiva dos/as agressores/as, a perspetiva da vítima, a perspetiva das testemunhas e a perspetiva virtual. No livro o/a leitor/a encontrará, também, as histórias de BD desprovidas de texto, desafiando-o/a a dar um novo enredo às mesmas, alterando o comportamento dos seus intervenientes, no sentido de prevenir comportamentos agressivos.

As sessões terão lugar às 10h30 no Auditório 1 da ACERT, para os alunos do Agrupamento Cândido de Figueiredo e às 14h00 na Sala Polivalente da Escola Básica 2,3 de Campo de Besteiros, para os alunos do Agrupamento Tomaz Ribeiro.

João Só – Notas Biográficas

Cartaz Tondela 14h“A música é uma presença constante na sua vida pela mão da mãe, uma apaixonada por música, possuidora de uma voz invulgar, que desde cedo João ouviu interpretar muitas das sonoridades que ainda hoje o cativam. “Ob-la- di Ob-la- da” terão sido as primeiras sílabas escutadas a João Só e o testemunho do peso que a Lennon e MacCartney tiveram na sua aprendizagem musical.

Ainda teenager deu uso à sua extensa coleção de discos e iniciou-se como DJ. Rapidamente surgiram as solicitações para animar as festas de família, da escola ou 2 dos amigos, angariando rapidamente o suficiente para comprar as suas primeiras guitarras. Daí até à composição da sua primeira canção, aos 15 anos, - “A Marte” – e aos primeiros ensaios de “garagem” tudo ocorreu num ápice. Publicou o seu primeiro disco “João Só & Os Abandonados” em 2009, seguindo-se até à data mais três em nome próprio e um outro em parceria com Miguel Araújo.

Produziu e compôs para artistas como André Sardet, Carolina Deslandes ou Lúcia Moniz e tem no seu repertório êxitos como “Sorte Grande”, “Até ao fim”, “É pra ficar”, “Não é verdade” ou “Cara a Cara”, entre outros.”

 

 

Autor do Mês

Alice Vieira

ALICE VIEIRA

Alice Vieira (Alice de Jesus Vieira Vassalo Pereira da Fonseca) nasceu em Lisboa a 20 de março de 1943. Frequentou o Liceu D. Filipa de Lencastre. Licenciou-se em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Escritora e jornalista profissional desde 1969, colaborou desde os treze anos no jornal "Diário de Lisboa" (onde juntamente com o seu marido Mário Castrim dirigiu o suplemento "Juvenil" e "Catraio"), no "Diário Popular" e no "Diário de Notícias". Colaborou em várias revistas e programas de televisão para crianças.

É considerada uma das mais importantes escritoras portuguesas de literatura infanto-juvenil,   tendo publicado cerca de  quatro dezenas de livros infantis e vendido perto de um milhão de exemplares.  As suas obras estão traduzidas em várias línguas, como o alemão, o búlgaro, o espanhol, o galego, o catalão, o francês, o húngaro, o holandês, o russo, o italiano, o chinês, o servo-croata e o coreano. É também autora de contos, romances, crónicas e poesia para adultos.

Consulte mais informação AQUI.