"Fruta? ou Legume?" - com os alunos da Unidade de Multideficiência da Escola Secundária de Molelos

IMG 1911No âmbito da Comemoração do Dia Mundial da Alimentação do Agrupamento de Escolas de Tondela Cândido Figueiredo (atividade inicialmente agendada para o passado dia 16) e integrada no Plano de Atividades do Mês Internacional das BE, a Unidade de Apoio à Multideficiência e a Biblioteca Escolar, dinamizaram uma atividade de interação entre os alunos desta Unidade e os restantes elementos da comunidade educativa.
 
IMG 1898"Fruta? ou Legume?", assim se intitulou a atividade que, a partir do mote "Os Direitos Humanos", levou estes meninos 'especiais' a distribuir «frutos» e «legumes» em todos os espaços da escola, desde as salas de aula à biblioteca ou sala de professores.
 
Esta atividade teve como objetivos específicos:
  • promover a inclusão escolar, com o intercâmbio entre pares;
  • fomentar a interação e os laços afetivos entre os diferentes agentes da comunidade educativa, diminuindo-se as barreiras comunicacionais existentes;
  • proporcionar momentos lúdicos e de relação interpessoal entre todos;
  • sensibilizar para a existência de diferentes meios, modos e formatos de comunicação acessíveis;
  • desenvolver a comunicação entre os alunos da Unidade de Apoio Especializado para a Educação a Alunos com Multideficiência e a comunidade educativa, através do uso da comunicação aumentativa/alternativa, da língua gestual e do braille.

Autor do Mês

Alice Vieira

ALICE VIEIRA

Alice Vieira (Alice de Jesus Vieira Vassalo Pereira da Fonseca) nasceu em Lisboa a 20 de março de 1943. Frequentou o Liceu D. Filipa de Lencastre. Licenciou-se em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Escritora e jornalista profissional desde 1969, colaborou desde os treze anos no jornal "Diário de Lisboa" (onde juntamente com o seu marido Mário Castrim dirigiu o suplemento "Juvenil" e "Catraio"), no "Diário Popular" e no "Diário de Notícias". Colaborou em várias revistas e programas de televisão para crianças.

É considerada uma das mais importantes escritoras portuguesas de literatura infanto-juvenil,   tendo publicado cerca de  quatro dezenas de livros infantis e vendido perto de um milhão de exemplares.  As suas obras estão traduzidas em várias línguas, como o alemão, o búlgaro, o espanhol, o galego, o catalão, o francês, o húngaro, o holandês, o russo, o italiano, o chinês, o servo-croata e o coreano. É também autora de contos, romances, crónicas e poesia para adultos.

Consulte mais informação AQUI.