Inauguração da 3ª Edição do Festival Internacional de Cartoons

84573033 3127735030700521 2960019876183277568 nA galeria de exposições do Mercado Velho de Tondela acolhe, a partir de hoje, o III Internacional School Cartoon Festival, o único festival de cartoons no mundo que é organizado por uma escola, em parceria com um município.
Nesta mostra - que tem a Escola Secundária de Molelos (Agrupamento de Escolas de Tondela Cândido Figueiredo) como promotora, contando com a colaboração do Município de Tondela – estão patentes trabalhos de humor gráfico de alunos e artistas de 25 países.
Durante a cerimónia de inauguração, que decorreu ao final da tarde de hoje, a vereadora da Educação da Câmara Municipal de Tondela, Sofia Ferreira, destacou que o Município não podia deixar de apoiar um evento inovador, que ao longo dos anos tem registado um enorme crescimento em termos de qualidade e número de participantes.
“Um dos nossos grandes desafios é construir sempre mais coisas, com mais qualidade. E esta é, sem dúvida, uma forma de levar os alunos a refletir sobre temas tão importantes como estes, em que este ano o destaque vai para a alimentação”, referiu.
Nesta ocasião, a diretora do Agrupamento de Escolas de Tondela Cândido Figueiredo, Helena Gonçalves, congratulou-se com a realização deste “evento inovador”. “Estamos muito orgulhosos da qualidade do trabalhos expostos e do seu sentido criativo”, acrescentou.
No final, Ricardo Ferreira, da organização do evento, realizou um sorteio que premiou alguns dos presentes, com destaque para uma caricatura feita ao vivo pelo cartonista Santiagu.
Esta 3ª edição do Festival Internacional de Cartoons decorre até dia ‪16 de fevereiro‬ e explora mais uma vez os Direitos Humanos, direcionando a abordagem especificamente para a temática da alimentação.
Conta com trabalhos de alunos e artistas da Arménia, Bélgica, Brasil, China, Colômbia, Costa Rica, Egito, Espanha, Indonésia, Índia, Irão, Kosovo, Itália, Marrocos, México, Noruega, Polónia, Portugal, República Checa, Macedónia, Rússia, Sérvia, Turquia, Ucrânia e Usbequistão.

 
   
   
   
   

 

     
     

3.ª Edição do Festival Internacional de Cartoons arranca em Tondela amanhã

84086498 3115121598628531 6133149286495420416 oA galeria de exposições do Mercado Velho de Tondela recebe, a partir de amanhã, o III Internacional School Cartoon Festival, o único festival de cartoons no mundo que é organizado por uma escola, em parceria com um município.
Nesta iniciativa - que tem a Escola Secundária de Molelos (Agrupamento de Escolas de Tondela Cândido Figueiredo) como promotora, contando com a colaboração do Município de Tondela – estarão patentes trabalhos de humor gráfico de alunos e artistas de 25 países.

A lírica de Camões com ritmo rap e hip-hop em Tondela

P1230001Cerca de 400 alunos assistiram à performance poética e musical «Camões é um poeta rap», trazida a Tondela pela companhia de teatro Arte Pública, de Beja. A interpretação esteve a cargo de Luís Amaro, apoiado, nos efeitos cénicos, por Ivan Castro.

As quatro sessões do espetáculo decorreram no Auditório Municipal, nos dias 23 e 24 de janeiro, e reuniram alunos da Escola Secundária de Tondela, da Escola Secundária de Molelos, da Escola Profissional de Tondela e da Escola Básica da Lajeosa do Dão.

A organização coube à Biblioteca Municipal Tomaz Ribeiro, em articulação com a Rede de Bibliotecas de Tondela.

Foi com esta performance que se encerraram as atividades destinadas aos alunos do 9º ao 12º ano e do ensino profissional, apresentadas sob o mote «Janeiro Cultural – Ler é uma Festa».

Luís Vaz de Camões, o grande poeta da Língua Portuguesa, foi apresentado numa perspetiva inovadora e cativante através dos ritmos rap e hip-hop.

A sua vida foi contada com realismo e sensibilidade, com ligações constantes à contemporaneidade, para fazer compreender ao público jovem quem foi Camões. «Tal como vocês não são só estudantes, também Camões não foi só poeta», afirmou o performer Luís Amaro.

Efetivamente, Camões foi um homem com sonhos e projetos, um homem resiliente, destemido e cheio de emoções, ao qual a sorte não bafejou. «Príncipe dos azares» lhe chamaram alguns.

Exílios, difamações, um olho perdido na guerra, a morte da amada, a quase perda d’«Os Lusíadas» num naufrágio e a miséria em que chegou a viver levaram o poeta a amaldiçoar a hora e o dia em que nasceu. Apesar de toda esta tragicidade, não desistiu e produziu uma obra vasta e genial que, 500 anos depois, é lida, apreciada e muitas vezes incompreendida.

E é esta incompreensão que a Arte Pública pretende dissolver com a performance «Camões é um poeta rap», encenada por Gisela Cañamero. «Alma minha gentil, que te partiste», «Amor é fogo que arde sem se ver», e «Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades» foram alguns dos sonetos musicados e interpretados, a par de várias estrofes d’«Os Lusíadas».

P1230002 P1230003
P1230004 P1230005
P1230007  

 

 

 

Marionetas de Luva na Biblioteca Municipal de Tondela

1A Biblioteca Municipal de Tondela acolheu, na tarde dia 18 de janeiro, o workshop “Marionetas de Luva”, dinamizado pela associação Teatro e Marionetas de Mandrágora.
Participaram cerca de 20 crianças, entre os 6 e os 10 anos. A missão recebida foi acolhida com entusiasmo: criar uma marioneta a partir de uma meia, utilizando tesouras, fitas, botões, lãs e outros adereços. Para dar-lhe vida, bastava que a criança “vestisse” as mãos e os antebraços com a marioneta, o que explica o nome: marioneta de luva.
Na segunda parte da atividade, o desafio foi criar uma história com as marionetas. Foi o momento do “Teatro a Meias”. A meias porque, por um lado, cada história foi inventada e apresentada por um par de crianças, por outro lado, porque as marionetas foram feitas com meias.
Tratou-se de mais uma atividade desenvolvida no âmbito do projeto “Sábados na Biblioteca”, que tem por objetivo promover os espaços e a missão cultural e educativa da Biblioteca Municipal Tomaz Ribeiro junto do público infantojuvenil.

2345

Pág. 4 de 134

DESTAQUE

cartaz

Banner Som dos Livros5 200x700