Hora do Conto na Biblioteca Municipal

A próxima quarta-feira, dia 13 de junho, é dia de Hora do Conto na Biblioteca Municipal Tomás Ribeiro.

A história a apresentar é “O cão das lunetas e os artistas da quinta da Rute” um livro da autoria de Emily Horne . No final da leitura, sugere-se uma pequena atividade às crianças.

A Hora do Conto destina-se a crianças do pré-escolar e tem por objetivos estimular o gosto pela leitura junto dos mais pequenos. Haverá duas sessões da Hora do Conto: às 10h30 e às 14h00. Esta atividade é dinamizada por uma funcionária da biblioteca em colaboração com uma estagiária de animação.

 O que é que acontece quando os animais da quinta da Rute descobrem um cesto cheio de roupa velha? Toca a vesti-la! A roupa era para a venda da escola, mas os animais estão demasiados divertidos para devolver as novas fatiotas. No fim, é a professora da escola quem encontra a solução: os animais podem actuar num espectáculo de música e dança. O Cão das Lunetas e os artistas da quinta da Rute ensaiam muito, usando as suas fatiotas, e o espectáculo da caridade acaba por ser um sucesso!

Entrega de prémios dos VIII Jogos Florais e prémios Jovem Revelação do Concelho de Tondela

Realiza-se no próximo Domingo, dia 10 de Junho de 2012, na Galeria de Exposições do Mercado Velho, a entrega dos prémios aos autores dos trabalhos premiados na oitava edição do concurso poético Jogos Florais do Concelho de Tondela, assim como dos prémios ao concurso poético Jovem Revelação, aberto a todos os alunos das escolas do Concelho de Tondela. A sessão terá início pelas 14.30 horas.

Aos Jogos Florais, apresentaram-se 45 participantes com 73 trabalhos poéticos, nas modalidades de QUADRA, POEMA LIVRE e SONETO. Ao prémio Jovem Revelação participaram 79 alunos das escolas do concelho, apresentando 142 trabalhos, sendo 90 do 1º ciclo, 17 do 2º ciclo e 30 do 3º ciclo e 5 do ensino secundário. Serão entregues certificados de presença a todos os participantes. Aos autores dos trabalhos premiados nos jogos florais serão dados certificados de presença e prémios em livros. Aos vencedores Jovem Revelação, certificados de presença e cheque livro. A todos os vencedores as tradicionais medalhas em barro negro do típico artesanato de Molelos.

Exposição de Banda Desenhada sobre Alexandre Herculano

Está patente na Biblioteca Municipal Tomaz Ribeiro em Tondela uma interessante exposição sobre as adaptações em banda desenhada da obra literária de Alexandre Herculano de título “2.º Centenário do Historiador e Escritor Alexandre Herculano”.

Da autoria do GICAV – Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu -, esta exposição poderá ser visitada até 16 de Junho.

Quem não se lembra de ter lido vezes sem conta na sua juventude, O Bobo”, “A Morte do Lidador”, ou “Eurico, o Presbítero”. Para já não falar de “A Dama pé de cabra e o O Monge de Cister”. Romances históricos que deram azo à imaginação de tantos leitores e cujas adaptações de vários textos à 9º arte podem agora ser vistas e apreciadas na biblioteca municipal

Alexandre Herculano (aliás, Alexandre Herculano de Carvalho e Araújo), nasceu em Lisboa a 28 de Março de 1810 e faleceu em Vale de Lobos a 13 de Setembro de 1877. Está sepultado no Mosteiro dos Jerónimos.

Tondela promoveu fase distrital do Concurso Nacional de Leitura

Realizou-se na passada sexta-feira, dia 27 de Abril em Tondela, a fase distrital do Concurso Nacional de Leitura.

 

Integrada no programa da Festa do Livro e da Leitura que a Biblioteca Municipal Tomaz Ribeiro ofereceu ao longo de 10 dias a toda a comunidade escolar do concelho, população em geral e frequentadores assíduos daquele espaço de cultura e lazer, o evento realizado, quer na biblioteca municipal – prova escrita – quer no auditório 1 da Acert – provas orais, espectáculo de animação e resultados finais – decorreu em ambiente apoteótico, com uma grande moldura humana, constituída por alunos, professores e demais assistentes.

Presentes à chamada, estiveram alunos e professores das escolas de Armamar, Carregal do Sal, Castro Daire, Cinfães, Mangualde, Moimenta da Beira, Mortágua, Oliveira de Frades, Penedono, Resende, S. João da Pesqueira, S. Pedro do Sul, Viseu, Sátão, Tondela, Sernancelhe, Tabuaço, Tarouca, Vila Nova de Paiva e Viseu, totalizando 139 alunos, do 3º ciclo e ensino secundário, acompanhados por 53 professores.

 

Após a chegada de cada escola e distribuídas as pastas com documentação diversa a alunos e professores, aqueles pelas 11.00h, dirigiram-se aos espaços destinados a realizarem as suas provas, sala polivalente para os alunos do 3º ciclo, sala geral de leitura, para os alunos do secundário.

Aos alunos do 3º ciclo coube responder a perguntas de escolha múltipla sobre as seguintes obras, lidas antecipadamente com base no conhecimento do regulamento da prova: “História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar”, de Luís Sepúlveda e “O mundo em que vivi” de IIse Losa. Além de comentarem sobre cada livro, uma de duas questões colocadas. Por sua vez, aos alunos do ensino secundário coube responder a perguntas de escolha múltipla sobre as seguintes obras, lidas antecipadamente: “Crónica de uma morte anunciada”, de Gabriel García Marquez e “O mandarim” de Eça de Queiróz. Além de comentarem uma afirmação, escolheram uma de duas questões, para em poucas linhas e usando do seu poder de síntese, tentarem reflectir sobre a problemática dada.

 

Enquanto os jovens estudantes das escolas do distrito de Viseu faziam o seu melhor, os professores acompanhantes dirigiram-se ao museu municipal Terras de Besteiros, onde os esperavam os técnicos e responsáveis pelos Serviços Educativos do museu, onde puderam visualizar um vídeo promocional do Concelho de Tondela e desfrutar das explicações sobre a exposição permanente.

Depois do almoço oferecido pelo Município a todos os convidados, realizado nos refeitórios do Centro Escolar de Tondela e da Escola Secundária de Tondela, a comitiva dirigiu-se para as instalações da Associação Cultural e Recreativa de Tondela – Acert – onde, enchendo por completo o auditório 1, teve início a segunda parte do concurso.

 

Os trabalhos da parte da tarde foram apresentados e conduzidos pelo Chefe de Divisão da Cultura e Comunicação do município. Para tal, apresentou em primeiro lugar o júri, responsável pela elaboração das questões, sua correcção e decisões sobre as melhores provas. Era constituído por: Presidente, Maria Luísa de Albuquerque Melo, técnica superior da Biblioteca Municipal; Rui Marques Veloso, professor aposentado da Escola Superior de Educação de Coimbra, membro efectivo da IRSCL (Intenational Research Society for Children’s Lierature), mestre em Literatura Portuguesa Contemporânea, na especialidade de literatura infantil; José valle de Figueiredo, escritor e ensaísta com variadíssima obra literária e poética, consultor de várias autarquias para questões relacionadas com a Cultura e o património Cultural, director do Centro de Estudos Tomaz Ribeiro e dos “Cadernos Dom Jaime” e director do jornal centenário “Folha de Tondela”, o semanário mais antigo do Distrito de Viseu.

 

Os resultados para a selecção dos candidatos à final foram os seguintes: do 3º ciclo, Ana Garrido de Viseu (17,5 valores), Natália Demenchuck de Moimenta (17,5 val.), Francisca Trigo de Viseu (17,5 val.), Ana Gouveia de Castro Daire (17 val.), Beatriz Vieira de Tondela (17 val.) e Inês Santos de Vila Nova de Paiva (17 val.). Do ensino secundário, os finalistas foram os alunos: Daniel Silva de Mangualde (19 valores), Marta Lima de Tarouca (18 val.), Ana Oliveira de Viseu (17 val.), Ana Branquinho de Viseu (17 val.), Ana Gouveia de S. Pedro do Sul (17 val.) e Daniela Vaz de Sátão (17 val.).

Seguiram-se as provas orais, em que os alunos foram chamados a ler de uma forma expressiva um pequeno trecho de uma obra que tinham lido antecipadamente, e ainda com base nas perguntas de reflexão da prova escrita, os estudantes, oralmente, expuseram para a audiência ouvir, as suas ideias e reflexões sobre temas que lhe tinham sido propostos.

 

Enquanto os alunos se exercitavam para as provas orais, houve lugar a um pequeno espectáculo musical a cargo do Grupo Coral e Instrumental do Agrupamento de Escolas de Tondela. Com cerca de 70 executantes e dirigidos pelos professores António Santos, Cristina Salgueiro e Ana Portugal, estes jovens músicos e coralistas interpretaram temas da música lusófona, ou não fosse este o tema escolhido para a Festa do Livro e da Leitura de Tondela 2012: A Lusofonia.

 

Após análise das respostas dadas, o júri considerou atribuir os seguintes resultados da fase distrital (Distrito de Viseu) do Concurso Nacional de Leitura. Para o 3º ciclo: o 1º lugar coube a Natália Demenchuck de Moimenta da Beira, o 2º lugar para Ana Garrido de Viseu e 3º lugar para Inês Santos de Vila Nova de Paiva. Para o ensino secundário: o 1º lugar foi atribuído a Daniel Silva de Mangualde, o 2º lugar a Ana Branquinho de Viseu e o 3º lugar coube a Marta Lima de Tarouca.

 

Para a entrega dos prémios subiu ao palco o Sr. Vice-presidente do Município e Vereador dos Pelouros da Cultura e Educação, José António de Jesus, a representante da Direcção Geral dos Livros e das Bibliotecas, Catarina Costa Macedo e a Coordenadora Inter-concelhia da rede de Bibliotecas Escolares, Helena Duque.

Na ocasião, o Sr. Vereador dos Pelouros da Cultura e Educação apresentou a todos os presentes calorosas saudações, apontando como facto significativo a grande adesão das escolas do distrito a esta iniciativa de Tondela. Na certeza que a comunidade educativa e principalmente os professores ali representados souberam dar as respostas, os incentivos e a preparação para os alunos ali estarem a mostrar os seus conhecimentos, desejou a todos as melhores felicidades na prossecução dos seus objectivos escolares.

 

Após a entrega dos prémios, constituídos por ofertas de cheques livros da Livraria Bertrand aos classificados, livros aos restantes finalistas, além das edições do Município de Tondela, deu-se por encerrada o concurso.

A organização do concurso esteve a cargo da equipa da Biblioteca Municipal, que com brio e profissionalismo, soube acolher e corresponder na perfeição às expectativas postas na organização de tão complexo programa.

A Festa dos Livros e da Leitura em Tondela

Foi inaugurada na passada segunda-feira, dia 23 de Abril, a Festa do Livro e da Leitura 2012, uma iniciativa do Pelouro da Cultura, organizada pela biblioteca municipal Tomaz Ribeiro. Presentes na cerimónia o Sr. Vice-presidente e Vereador dos Pelouros da Cultura e Educação, Dr. José António de Jesus, restantes Vereadores do elenco camarário, o Sr. Deputado pelo Distrito de Viseu à Assembleia da República, Dr. João Carlos Figueiredo, o Sr. Comandante do posto da GNR de Tondela, a Coordenadora Inter-Concelhia das Bibliotecas Escolares, Dra. Helena Duque, que representou a Coordenadora do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares, Dra. Teresa Calçada, os Srs. Directores dos Agrupamentos de escolas concelhios e Directores de escola, a Sra. Directora do Centro de Formação de Associação de escolas do Planalto Beirão, Dra. Rosa Carvalho, o Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Tondela, José Manuel Mendes, assim como representantes de entidades sociais, recreativas, culturais e desportivas, alunos, professores, educadores e comunicação social local. No uso da palavra, o Chefe de Divisão da Cultura deu as boas vindas a todos os presentes, desejando que durante os próximos dez dias de duração da Festa do Livro e da Leitura, a Comunidade educativa pudesse usufruir das actividades programadas. “Lusofonia: Tondela a ler+”, o tema em torno do qual se desenrola este ano as actividades culturais e educativas, apresenta actividades promovidas pelos Agrupamentos de escola, pela escola Secundária de Tondela, pelo Trigo Limpo – Teatro Acert, pelo cineclube de Viseu e muitas outras instituições ligadas à leitura, à música, às artes e à história, entre outras. Escritores, oficinas, sessões de leitura, histórias dramatizadas, dança, teatro, poesia, teatro de marionetas, workshops, tudo em Tondela. De seguida interveio a Sra. Coordenadora Inter-Concelhia das Bibliotecas Escolares, Dra. Helena Duque. Na ocasião saudou a iniciativa e felicitou a autarquia pelo contributo que presta à Cultura e Educação. Salientou o excelente trabalho realizado em torno da Rede de Bibliotecas de Tondela, a dinâmica já criada, seus interlocutores ao nível da execução e demais intervenientes. Seguiu-se a intervenção do Sr. Vice-presidente do Município, Dr. José António de Jesus. Iniciou o seu discurso com palavras de apreço e regozijo para a iniciativa e para todos os envolvidos: escolas e funcionários da autarquia. Destacou a cooperação entre entidades, reveladora de sinergias que criam eficácia e poupança de meios. Agradeceu igualmente a presença dos dirigentes escolares, como prova da importância dos actos que iam ter lugar nos próximos dias.

De seguida os convidados visitaram a XI Feira do Livro e as exposições de poesia e humor nos países lusófonos, realizadas por alunos de escolas. Já na sala polivalente, as actividades realizadas contaram com forte representação dos alunos. Destacamos: “Lusofonia” coreografia pelos alunos do Clube de Teatro e de expressão corporal do Agrupamento do Caramulo, “Palavras a Caminho”- histórias ilustradas, Jograis de poesia” – poemas com som e imagem e “Clube da Biblioteca” – histórias com fantoches, por alunos do Agrupamento de Escola do Campo de Besteiros. Lembramos que a Festa do Livro e da Leitura conta ainda com a final distrital do Concurso Nacional de Leitura, este ano realizado em Tondela. Iniciativa do Pelouro da Cultura do Município de Tondela, a Festa do Livro é um acontecimento único na Cidade, pela diversidade de programação que oferece. Os acontecimentos decorrem todos os dias até 1 de Maio.

DESTAQUE

 cartaz-hora-conto-natal-2020-para-divulgar-net

news

SUBSCREVA

nanteriores

 

DESTAQUE

expsicao2

CartazFINALdofinal

 

Banner Som dos Livros5 200x700